Mais um consenso alargado: Parlamento alternativo acaba de aprovar o consumo de canábis para fins partidários

Durante o dia, o Parlamento decidiu que as duas propostas de uso de canábis para fins terapêuticos deviam ser discutidas na comissão de saúde, não tendo sido votados esta quinta-feira.

Entretanto, há instantes o Parlamento voltou a reunir-se, na sua versão alternativa, e os deputados aprovaram o consumo de canábis para fins partidários.

“Quem vota contra os charros para os partidos? Quem se abstém? Aprovado por unanimidade o uso de canábis para fins exclusivamente partidários”, acaba de se votar.

“O CDS pede a palavra para quê?”, quis saber o presidente da Assembleia. “Nós votámos contra mas porventura por causa do fumo que aqui está, o senhor presidente não nos viu levantar”, afirmou a líder dos centristas. “Muito bem, aprovado com os votos contra do CDS, depois não peçam para dar uns bafos”, concluiu o presidente da Assembleia. “A nossa droga é o açúcar, senhor presidente”, concluiu o CDS.

Sobre o autor

Zé Pedro Silva
facebook.com/zepiter | instagram.com/zepiter | zepiter@gmail.com