Ao contrário do que parecia, o Presidente-eleito dos Estados Unidos não deverá ser uma grande ameaça nuclear, pois afirmou esta terça-feira que vai usar uma arma ainda mais dura contra os seus adversários.

“Quem se meter com os Estados Unidos, não me peçam compaixão, deixo logo de seguir no Twitter”, afirmou Trump, na rede social Twitter.

“E se não cessarem os ataques, bloqueio!”, afirmou num tweet seguinte.