Os portugueses estão um pouco apreensivos com o anúncio feito por José Castelo Branco de que tenciona candidatar-se já nas próximas eleições legislativas. 

Para os portugueses, esta decisão poderá trazer alguma seriedade à política e sobretudo bastante nobreza. “Não é nada contra o José Castelo Branco e nós até vemos com bons olhos a vinda de mais mulheres para a política, mas temos medo que ele traga alguma seriedade a isto, porque ele é excêntrico, é um pouco, sim, mas ao pé do político médio português é praticamente uma carmelita”, comenta Simplício. 

“Eu percebo, darlings”, admite o futuro candidato, “não estamos habituados a ter pessoas normais na política, mas temos de ser corajosas, suas bichas, é o nosso país, a nossa pátria, o nosso castelo, a nossa Nova Iorque”. 

Entretanto, na primeira sondagem realizada após o anúncio de José Castelo Branco, o partido que ainda nem formou já aparece em primeiro lugar, o que leva a crer que os portugueses conseguiram ultrapassar os receios. 

Sobre como tenciona formar um governo, se for eleito, uma vez que chega pela primeira vez à política, Castelo Branco diz que já fez vários contactos. “Já somos muitas, até tenho de desconvidar algumas porque isto já está um governo enormérrimo, já tenho a Shirley nas Finanças, para a Economia chamei o conde que esteve comigo na quinta, na Cultura fica a Betty, para a Justiça posso anunciar que a Liza Minnelli aceitou, na Defesa o meu guarda-costas, o Dr. Póvoas na Saúde, para o Mar o Popeye e por aí fora, não posso revelar tudo hoje, darlings”, garante.