Os portugueses estão esta quinta-feira agarrados aos rins, num gesto que à primeira vista podia parecer pedra, mas não é comum uma pedra atacar toda a população ao mesmo tempo.

“Podia ser qualquer coisa na água”, ainda se lembrou Simplício, mas a razão, sabe-se agora, é outra.

Os portugueses agarraram-se aos rins depois de ouvirem o Ministro das Finanças dizer que não é dos impostos que vai sair a verba para resgatar mais uma vez o Novo Banco.