Verificou-se uma bola de fogo gigante em meados do mês de Dezembro, no Pacífico, naquilo que se julgava ser, na altura, a queda de mais um meteorito.

Mas a NASA revelou hoje que não, era na verdade uma almôndega do chef Kiko que voltou para trás.

“Não passou, o espaço já estava empanturrado, de maneiras que voltou para trás”, explica Sofia Aluada, da NASA. “Felizmente não ficou no goto, porque não queiram saber o que é o espaço engasgado, a Manobra de Heimlich com o cosmos não é fácil”, acrescentou.

Recorde-se que a entrada da almôndega na atmosfera, que os radares russos e norte-americanos registaram, teve dez vezes mais força que a bomba de Hiroshima, o que leva a crer que o chef Kiko poderá ter abusado do picante.

Entretanto, a NASA diz que apesar desta situação não vai parar com o investimento na gastronomia do outro mundo e adianta que em situações futuras enviará, juntamente com os pratos galácticos, uma água das pedras cósmica.