Estava tudo a correr bem, até que uma questão levantou um problema que originou uma celeuma que deu azo a discussão que provocou discórdia levando a um desentendimento. Resultado, a greve feminista convocado para esta sexta-feira foi desconvocada. 

Quanto à responsabilidade por esta situação, também ninguém se entende, apontando as organizadoras os dedos umas às outras. 

“O quê? Agora fui eu? Claro, tinha de ser a mulher”, lamentava uma organizadora, esquecendo-se que são todas mulheres.