O serviço da CP continua a agravar-se, com atrasos cada vez maiores e muitas supressões. Em causa está a antiguidade do material, a falta de manutenção e de investimento, que continua sem se fazer, a tal ponto que a empresa teve uma ideia que vamos lá ver se resulta.

A ideia é pedir um comboio ao Pai Natal, já este ano, um pedido que a ter boa resposta por parte do velho das barbas poderá ter efeitos imediatos, com as melhorias a fazerem-se sentir logo a partir do dia 26 de Dezembro.

“É um último recurso, pedir um comboio ao Pai Natal, até porque há muita gente que não acredita, mas temos de tentar tudo”, explica o engenheiro Pedro Carril, da administração da CP.