Foi descoberto o primeiro leão vegan da história. Em plena savana, um grupo de turistas incautos abandonou o jipe e andou uns metros para tirar uma selfie com um gnu. De repente, um rugido gelou o grupo. Ainda pensaram voltar para o jipe, mas era junto ao veículo que estava o animal. 

Petrificados, os turistas perceberam que tinha chegado a sua hora, até que vêem o leão a correr mas não na direcção deles. “O bicho vê mal…”, ainda sugeriu Simplício, mas depressa perceberam que era outra a situação, quando o leão ataca uma palmeira próxima. 

A planta, que nem tentou fugir, acabou por ser desfeita pelo enorme felídeo, perante o olhar incrédulo dos turistas, que nada puderam fazer.

A única explicação que encontram para o sucedido é o leão ser vegan, sendo então o primeiro animal selvagem encontrado com preocupações ao nível da alimentação. 

O caso não acaba aqui, porém. Depois de devorar a palmeira, o leão virou-se para o jipe e correu na sua direcção, para desespero dos turistas e do guia, que não conseguia pôr o Land Rover a trabalhar. “Nunca me aconteceu!”, gritava, enquanto tentava a todo o custo ligar o todo-o-terreno. 

Com o grupo em orações, o leão saltou para o interior do habitáculo, agarrou-se à mochila de um deles e devorou a salada que estava dentro de um tupperware, para a viagem, deixando de lado apenas os ovos cozidos, porque o animal nem sequer come ovos.