Chega ao fim a caminhada do treinador português na Arábia Saudita, depois de chegar a acordo com o clube que nem chegou a saber pronunciar o nome.

“Não me dei bem aqui no Oh Lari”, reconhece, à saída da reunião com os dirigentes do clube.

O regresso a Portugal é mais que certo, pois Jesus gosta mesmo é de Portugal, apesar da língua.