Joana Marques Vidal já disse a Marcelo que aceita ficar como Procuradora e para comemorar prendeu-o

O Presidente da República foi esta sexta-feira detido durante algumas horas, tudo para celebrar o sim de Joana Marques Vidal à permanência no cargo de Procuradora-Geral da República.

No final da reunião, a Procuradora mandou entrar a PJ e prendeu o Presidente, que por ser também bastante brincalhão, entrou na festa. “Só peço uma coisa, que a prisão tenha uma piscina, um lago, qualquer coisa, uma linha de água”, terá afirmado o Chefe de Estado, enquanto era levado para a outra sala.

Entretanto, a Polícia Judiciária acabaria por levar muitos computadores da presidência, tendo devolvido minutos depois de os levar. “Foi só uma graça”, explica a Procuradora.

“Sempre quis tirar uma selfie consigo”, admitiu entretanto Marcelo, à entrada para o interrogatório com o juiz Carlos Alexandre. “Ai, não queira saber dos meus crimes, por onde começamos?”, continuou.

Sobre o autor

Zé Pedro Silva
facebook.com/zepiter | instagram.com/zepiter | zepiter@gmail.com