medicamentos-para-depressaoDepois de um alerta das autoridades internacionais, as autoridades portuguesas mandaram imediatamente retirar uma série de medicamentos que serão alegadamente, e como se diz na gíria farmacêutica, “marados”.

«Podem ter saído medicamentos marados de uma fábrica na Índia», referem em comunicado as autoridades internacionais.

Rapidamente, as autoridades nacionais mandaram retirar os medicamentos do mercado, naquilo que podia ser uma prova de um elevado nível de segurança e saúde pública, mas o Imprensa Falsa sabe que o Governo só mandou retirar os medicamentos marados para lhes pôr um rótulo novo e vender com desconto.

«Se está marado tomam dois em vez de um», explicou o Governo em comunicado.