Sabia-se que era um problema grande mas ninguém imaginava que era tão grande. A especulação imobiliária atingiu tais proporções que há estudantes que não só não encontram quartos como ainda têm de pagar 200 euros quando adormecem nas festas da cerveja.

“Txii, ói, escuta lá, ei, acorda, pá”, foi com estas palavras que Simplício foi acordado na madrugada passada, depois de adormecer numa mesa do bar da sua faculdade, em plena festa da cerveja. “São 200 euros”, cobrou a organização. “Mas eu só adormeci porque virei até ao momento 10 litros de cerveja”, ainda tentou justificar, mas teve de pagar. 

Se antigamente os bêbados eram acordados com um “arranja um quarto”, hoje o quarto é onde o indivíduo está a pernoitar.