Com os preços dos combustíveis a caírem como há muito não caíam, os portugueses estão a celebrar este Dia de Portugal de forma um pouco diferente, mais concretamente com raters e pneu queimado. 

“Ran, tan, tan, tan, tan, pau, pau, pau”, acelerava ainda há instantes Simplício, no seu Nissan 500 ZX, “viva o nosso Portugal, tan, tan, tan, tan, tan, tan, tan, rannnnnnnnn, tan, tan, tan”. 

O próprio Presidente da República, que ontem apareceu de surpresa em Portalegre levando os locais a gritar “ai, que susto, quem é que está aí, olha, é o Marcelo”, regressou a Lisboa sempre a queimar pneu. 

“Se fosse há uma semana, não vínhamos naturalmente em drift”, comentou o Chefe de Estado, todo de lado na A6.