Já se sentem os efeitos da nova colecção da Zippy, que conseguiu abrir o debate em torno das mensagens políticas estampadas na roupa. 

Esta manhã, um indivíduo já não foi capaz de se vestir depois de abrir o seu armário e não encontrar uma única peça que não lhe fizesse lembrar o machismo. “Olha para estas jeans, parecem do Steve McQueen, nem pensar… queria uma saia travada, mas não tenho”, ia comentando este indivíduo que acabou por sair em pelota, estando neste momento detido na esquadra do Calvário. 

Entretanto, a Zippy continua envolta numa grande polémica, mas já disse que não deixará a luta até à última camisola que não se venda. “Somos pronto-a-vestir, não somos pronto-a-esteriotipar”, garante o director da marca. “Sou directora, mas hoje vim de bigode”, explica.