O primeiro-ministro voltou esta quarta-feira a dizer que ninguém se demite do Governo, protegendo desta forma o seu ministro da Defesa, que tem estado debaixo de fogo. 

Costa admite, até, que só tem medo que o roubem, como fizeram com o material, ou não, ninguém sabe. 

“Sabe do que eu tenho medo, senhor deputado?”, perguntava no debate quinzenal, “é que me roubem o ministro porque isto na Defesa às vezes as coisas desaparecem”. 

Entretanto, quando acabou a intervenção, o chefe do governo olhou para o lado e já não estava lá o seu ministro. Viria a aparecer pouco depois na cafetaria.