O Futebol Clube do Porto foi condenado a pagar 2 milhões de euros ao Benfica por ter divulgado os e-mails do clube encarnado.

Depois desta notícia, os azuis e brancos anunciaram imediatamente que vão recorrer desta decisão, mas só depois de lerem com atenção o acórdão mas sobretudo os e-mails do juiz. 

“É uma caixa de correio vasta, muito coisa é spam, é verdade, mas também há muitos e-mails com interesse, nomeadamente correio que o senhor doutor juiz ainda nem sequer abriu”, explicou a equipa de defesa do Futebol Clube do Porto.

De salientar que o clube já conhecia esta decisão ontem conhecida há mais de uma semana, depois de ver a troca de e-mails do magistrado.

“Olhe, aqui, olhe… e-mail de quinta-feira passada, às 12:15, para o juiz, diz assim ’-20% em tecnologia este fim-de-semana’, espere, não era este… está aqui, olhe, é de quinta-feira mas afinal foi às 12:24, escute com atenção… ‘aproveite a oferta da jóia ao fazer-se sócio do ginásio Fat Divers’, espere, também não é este… então mas onde é que está?… ah, não foi na quinta, foi na sexta, às 8:45, oiça bem o que se diz… ‘já está disponível a sua factura do serviço MEO relativa ao mês de Maio’, bom desisto, são muitos e-mails, temos de analisar isto…”, tentou demonstrar o director de comunicação do Futebol Clube do Porto.