Há uma novidade, este ano, nas comemorações oficiais do Dia de Portugal, do Camões, do Éder, das Comunidades Portuguesas e da Madonna em Lisboa. Em vez de uma cerimónia de entrega de medalhas, haverá uma cerimónia de retirada de medalhas às mais altas figuras e personalidades do país.

“No fundo, trata-se de uma série de figuras e personalidades que se destacaram nas mais diversas áreas, política, economia, artes, mas que depois veio-se a descobrir que afinal fizeram asneira”, explica o presidente da comissão organizadora.

A cerimónia será em tudo idêntica à cerimónia de entrega de medalhas, mas em vez de ser o Presidente da República a atribuir a medalha à personalidade, neste caso é a personalidade a devolver a medalha ao Presidente.