Voltaram os conflitos a Paris, com uma nova manifestação dos coletes amarelos este sábado, que deixou a capital francesa em estado de sítio. Como seria de esperar, o protesto espalhou-se um pouco por toda a Europa, com os coletes amarelos em Portugal a voltar à carga, atravessando uma rua na passadeira.

“Enquanto isto não mudar não saímos daqui, bora que está verde para os peões”, acaba de garantir um manifestante, numa rua da Baixa.

“Isto tem de mudar! Não nos vão conseguir fazer parar!”, continuou a gritar, agora do outro lado do passeio. “Bora, está verde”, continuou.

Apesar da simplicidade do protesto, as autoridades prepararam-se para o pior com 200 mil agentes da polícia, o exército, a Força Aérea, a Marinha, o senhor dos kebabs e ainda a Telma Monteiro.