A Carris concluiu o inquérito ao acidente que resultou no capotamento de um eléctrico na Lapa, em Lisboa. Não foi suicídio da amarelo do Carris, como se chegou a pensar, e a culpa é mesmo do guarda-freios, o senhor Rui Vitória, como esclarece a companhia.

Recorde-se que é absolutamente inédito o capotamento de um eléctrico, algo fisicamente difícil de conseguir, mas a Carris vai mesmo avançar para um processo disciplinar. 

Em declarações à imprensa, Rui Vitória afirma que quer mudar radicalmente a estratégia, a forma como conduz os eléctricos, e afirma-se disponível para continuar aos comandos do veículo.