O negócio foi concluído ontem. A Câmara de Lisboa, depois de muitas peripécias, vendeu os terrenos da antiga Feira Popular à Fidelidade por 238 milhões de euros, num negócio muito elogiado por se ter conseguido mais do que se estava à espera.

Acontece que a Fidelidade foi hoje fazer a entrega do dinheiro através de 10 camiões que descarregaram 238 milhões em fichas, na Praça do Município. Fernando Medina, segundo as contas dos analistas, poderá ficar às voltas no carrossel pelo menos 20 anos sem parar.

A notícia caiu que nem uma ficha na autarquia. Depois de analisado o processo, confirmou-se que a Fidelidade nunca falou em euros e os juristas confirmam que sendo o negócio na Feira Popular, o proponente podia estar sempre a referir-se à moeda em circulação no imóvel.