Numa altura em que todos os portugueses davam como certa a prisão preventiva de Bruno de Carvalho, sabe-se que o ex-presidente do Sporting vai sair em liberdade depois de pagar uma caução de 70 mil euros.

Com esta decisão, Bruno de Carvalho vai ter muito mais áreas onde poderá fumar, que é o que mais importa.

“Basicamente, ele terá agora todo o país para fumar, excepto locais públicos fechados”, explica Simplício, comentador do Imprensa Falsa. “No estrangeiro não poderá fumar uma vez que não pode sair sem autorização do Tribunal”, continua, “mas suponhamos que ele quer ir dar uns bafos a Sevilha, penso que o Tribunal autorizará”.

Recorde-se que em causa, em todo este processo, está o ataque a Alcochete e a responsabilidade de Bruno de Carvalho nesse crime. O ex-líder dos leões sempre disse que não sabia de nada, nem disso nem de Tancos.