O ex-presidente do Sporting foi detido este domingo para interrogatório no âmbito da investigação às agressões em Alcochete. Bruno de Carvalho ofereceu resistência, no momento da detenção, pois alegou que ele é que era o polícia. 

“Os senhores é que me vão acompanhar porque eu é que sou o polícia aqui”, afirmava Bruno de Carvalho, que por momento deixou os agentes de autoridade confusos. 

“Gostava que me tratassem por comissário Carvalho ou vão todos corridos a processos disciplinares”, continuou o ex-presidente do Sporting.