Bruno de Carvalho a caminho de Singapura para cimeira com Trump e Kim pois onde cabem dois malucos cabem três

Foi uma decisão de última hora, mas Donald Trump lembrou-se que a cimeira ficava mesmo gira se Bruno de Carvalho também fosse. O presidente do Sporting ainda disse que não queria atrapalhar, mas foi o próprio Kim a meter-se na conversa, afirmando que onde cabem dois malucos, cabem três.

“Não me leva a mal chamar-lhe maluco, não sei se o senhor já admite, mas é que isso para nós…” ia justificando o líder norte-coreano, mas o Bruno de Carvalho disse que não era esse o problema.

“Então venha daí, isto já vai ser histórico, consigo é huge histórico”, atirou Trump, mas o ainda líder dos leões disse que nem sabia se se conseguia meter em Singapura em tão pouco tempo, para além de mostrar receio de um golpe de estado no seu clube durante a sua ausência.

“Mas alguém se mete com os malucos, senhor Carvalho? Então não é essa a ideia…”, lembrou o convincente Kim.

Sobre o autor

Zé Pedro Silva
facebook.com/zepiter | instagram.com/zepiter | zepiter@gmail.com