bola-de-berlimPode andar com ela o dia todo, não fica com as mãos a colar e o creme nunca acaba, assim é a Bola de Berlim electrónica, com que cada vez mais gulosos substituem os tradicionais doces de pastelaria.

«Nhammm…», lambeu-se há pouco Simplício, enquanto dava mais uma dentada na sua Bola de Berlim electrónica, a meio de uma reunião, porque a bola electrónica não deixa cair açúcar. Aliás, a Bola de Berlim electrónica não tem açúcar. São pequenas partículas de vapor, que evaporam quando se soltam da bola.

Entretanto, com o sucesso da Bola de Berlim electrónica, a mesma empresa está já a preparar o lançamento do mil folhas, coissant do Careca, palmiers, duchesse, éclair, entre outros, tudo electrónico.