Por mais que a tripulação o mande para o aeroporto de Lisboa, o avião “Zé Pedro” da TAP vai sempre para Beja. “Este pessoal do rock já se sabe…”, lamenta o comandante, que diz que já nem contraria o aparelho. 

“Eu meto-lhe as coordenadas de Lisboa e ele pimba, vai para Beja”, explica Simplício, “só numa ocasião aterrou no Montijo, quis inaugurar aquilo antes mesmo da obra”.

“Senhoras e senhores passageiros, acabámos de aterrar no aeroporto de Beja”, informava a tripulação, para desespero dos passageiros. “Mas Beja? Nós íamos para Lisboa, isto a TAP, parece impossível, foi desde que a venderam porque eu sempre voei na TAP e não era nada disto”, lamentava uma passageira. 

“Pedimos o favor de permanecerem sentados nas cadeiras e com os cintos apertados porque agora temos de ir até ao aeroporto de Lisboa pela A2, obrigado”, continuou a tripulação.