As autoridades lançaram esta terça-feira um pedido à população no sentido de fingir que está uma grande tempestade e adoptar todas as recomendações como se estivesse mesmo uma grande borrasca.

O pedido deve-se à chegada da depressão Gabriel, que não tem feito tanto temporal como seria previsto, o que pode deixar a depressão Gabriel ainda mais triste.

“Calafetar portas e janelas, ingerir líquidos, usar roupas quentes, dançar kizomba, esfregar as mãos uma na outra, prender objectos suspensos, arrumar o quarto, aspirar a sala, tudo aquilo que se deve fazer quando está uma intempérie dos diabos”, explica Simplício, da Protecção Civil.

Para além disso, se o vento não for suficiente para vergar o guarda-chuva, a ideia é dobrá-lo à mão e levá-lo junto ao corpo, tentando segurá-lo com toda a força. A determinada altura pode largá-lo como se não tivesse sido possível agarrá-lo.