Uma é a companhia das águas, a outra é apenas uma papelaria antiga, que até estava para fechar e assim vai mesmo fechar para abrir a “Grande Compra do Oriente”, um armazém com tudo. 

De visita a Portugal, o presidente chinês espreguiçou-se e acabou por adquirir duas companhias. Mas não era a sua intenção, o problema é que quando avisou já era tarde.

“Estava só a espreguiçar-me”, afirmou o Chefe de Estado, “que isto foram muitas horas de voo”.

Acontece que os empresários à sua volta julgaram ser um sinal e adquiriram tudo. “E aquilo, que giro, o que é?”, perguntou Xi Jinping, enquanto apontou para o Castelo de São Jorge, “mas calma, calma!, estou só a ver”, avisou entretanto.

Recorde-se que o presidente da China está esta terça-feira em Lisboa para uma visita de dois dias. “Pois, foi como eu, mas depois quando dei por mim estava a negociar estacionamento com a autarquia”, desabafou Madonna, que publicou um post no Instagram onde avisa o amigo Xi que é melhor ir vendo palácios. “Porque tu a alugares o Ritz todo ficas sem massa em três tempos”, comentou.