Marcelo pediu a chave do balcão da Caixa de Almeida e diz que vai lá sempre que for preciso

Parece estar resolvido o problema em Almeida, onde o povo protesta contra o encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos.

O Presidente da República tinha pedido uma solução, mas o presidente da Caixa disse que não havia hipótese de manter o balcão naquela localidade. Então o Presidente da República pediu a chave do estabelecimento e diz que vai lá sempre que for preciso.

“Quando os senhores precisarem de fazer um levantamento ou um depósito ou mesmo que seja só actualizar a caderneta, ligam-me e eu venho cá abrir o balcão”, explicou Marcelo, esta quarta-feira, aos habitantes daquela vila. “Não quer aplicar estes dois mil euros, dona Simplícia?”, perguntava há instantes o Chefe de Estado, que esteve a atender alguns clientes esta manhã.

Share

Zé Pedro Silva

facebook.com/zepiter | twitter.com/zepiter | [email protected]