Marcelo apela ao voto lembrando que também vai à praia, ao futebol, em visita oficial, ao shopping, acudir a uma catástrofe, virar um shot com uma idosa, mas depois vai votar

O Presidente da República apelou este sábado ao voto mas sem deixar de apelar também a que os portugueses façam o que lhes apetecer, lembrando que é possível fazer tudo.

“Eu próprio vou à praia, no dia de eleições, depois vou ver o meu Braga, a Braga, tenho ainda uma visita oficial à China, antes preciso de passar no shopping para comprar uma coisa para o chinês, vou acudir a uma catástrofe, virar um shot com uma senhora que apostou comigo na campanha que o défice ia aos 1,5%, mas depois vou votar”, explicou o Chefe de Estado.

Sobre o seu voto, Marcelo diz que o voto é secreto mas lá vai adiantando que deve votar em todos porque gosta de todos. “Não consigo escolher”, concluiu.

Share

Sobre o autor

Zé Pedro Silva

facebook.com/zepiter | twitter.com/zepiter | [email protected]