Autoridades suspeitam que material furtado em Tancos pode ser usado para guardar lugares na praia porque às vezes tiram o chapéu

Há uma nova linha de investigação ao assalto em Tancos. As autoridades suspeitam agora que o material possa ser usado para guardar lugares na praia, uma vez que os chapéus de sol já não resultam muito bem, porque há pessoas que os tiram.

Segundo o Imprensa Falsa conseguiu apurar, o esquema é ir às seis da manhã à praia e meter um chapéu de sol e uma granada.

“Se calha alguém tirar o chapéu, puxa também a cavilha e o lugar pode não ser para mim, mas para ele é que não é de certeza”, explica Simplício.

Share

Sobre o autor

Zé Pedro Silva

facebook.com/zepiter | twitter.com/zepiter | [email protected]